top of page

VEJA TODOS OS MEUS
DIÁRIOS DE VIAGEM

Registrei cada passo das minhas viagens em um grande relato - cada viagem tem um nome especial!

Buffets de festa do Rio de Janeiro

Quem já está na casa dos vinte anos (ou mais) como eu, sabe que as festas infantis em grandes salões de festas, ou buffets, eram principalmente concebidas com brinquedões altíssimos cheios de piscinas de bolinhas, pontes pênsil, túneis e outros obstáculos. Além deles, quem não lembra dos saudosos fliperamas, animadores da discoteca e camas elásticas? Esses locais evoluíram, e hoje substituíram esses elementos que tanto nos divertiram por algo mais... mecânico.

De 2005 para os dias atuais, os salões de festas começaram a ter versões mini de alguns brinquedos clássicos como barcos vikings, tagadás/sambas, cinemas 3D e torres de queda livre. Tudo para botar praticamente um parque de diversão particular para a criança aniversariante e seus convidados. E quem disse que só criança que tem direito de ir neles? Os dois buffets que visitei no estado do Rio de Janeiro discordam disso e deixaram eu experimentar a estrela de suas casas de festa: a montanha-russa.

Tanto quanto o Uni Duni Tê, localizado na Barra da Tijuca (Rio de Janeiro - RJ), e a Era Uma Vez, localizado em Itaipu (Niterói - RJ), possuem uma montanha-russa suspensa fabricada pelo Reinaldo García, uma fabricante de brinquedos genuinamente brasileira. Sua especialidade são esses brinquedos em versões menores, que alguns parques de diversões como o Parc Magique, compram.

Semelhanças do percurso das montanhas-russas da Uni Duni Tê (acima) e Era Uma Vez (abaixo)


Existe um grande dilema sobre as montanhas-russas exclusivamente infantis, com trajetos simples e poucas diferenças de altura. Uma corrente de pensamento diz que elas não podem ser consideradas montanhas-russas, outra diz que pode por ter uma forma de lift e descer com a força da gravidade sem nenhum impulso elétrico.

O fato é que hoje essas joias escondidas no Brasil em um bom número são sim consideradas montanhas-russas pela definição do brinquedo pela IAAPA (Associação Internacional de Parques de Diversão e Atrações)*, e se é montanha-russa, nós andamos! Até porque, tamanho não é documento, certo?

*Montanha-russa é um brinquedo cujo movimento acontece por um trilho fixo e elevado baseado somente pela força da gravidade e momento derivado de uma queda inicial, aceleração ou lançamento.

A montanha-russa das duas casas de festas possuem uma subida com um elevador e um monotrilho, ou seja, não possuem trilhos paralelos como na maioria das montanhas-russas. A partir daí, o trem, desce em baixa velocidade o percurso com algumas curvas, fazendo-o balançar levemente. É assim que as crianças começam a ter seu primeiro frio na barriga! Obviamente, que em mim, o máximo que causou foi um sorriso, de felicidade, em conhecer um universo de montanhas-russas diferente do que estou acostumado.

A montanha-russa da Uni Duni Tê tinha um trem onde duas pessoas, duas crianças ou uma criança e um adulto, vão lado a lado. Já o da Era Uma Vez era em formato de moto, onde uma pessoa vai na frente e outra atrás. Ambas possuem manutenção regularmente, feita pelos mecânicos da própria casa de festas. Além disso, possuem suas travas completamente acolchoadas com espuma. Tudo seguro para as crianças já serem iniciadas na adrenalina!

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


StormRunner.jpg

SE SENTIU INSPIRADO? VAMOS VIAJAR!

Conheça nossa agência de viagens!

Na Scream!, você encontra a forma que mais se adequa para você viajar: seja de excursão ou comprando um pacote! Te falei que dá para montar seu próprio pacote e comprar ingressos para os melhores parques espalhados pelo mundo? Ah, tem mais! Dá para você ter seu próprio roteiro personalizado!

bottom of page