top of page

VEJA TODOS OS MEUS
DIÁRIOS DE VIAGEM

Registrei cada passo das minhas viagens em um grande relato - cada viagem tem um nome especial!

SeaWorld Orlando

Um dos mais antigos parques temáticos da Flórida, o SeaWorld Orlando passou por muitas transformações com o objetivo de tornar o lugar mais agradável à todas as idades e gostos. Com isso, novas atrações como a montanha-russa Mako e o gigante simulador Antarctica: Empire of the Penguin chegaram ao local nos últimos anos, aumentando sua visitação.

Contudo, o SeaWorld Orlando ainda mantém sua alma conectada ao ambiente marinho. Tudo no SeaWorld tem uma referência direta ao mar, seja real ou mitológico. A visita acaba sendo também de muito aprendizado, visto que o parque disponibiliza placas informativas sobre consciência ambiental e hábitos dos animais.

Caso vá em meses como Julho ou Dezembro, é indispensável o uso do Quick Queue, sistema de fura-fila dos parques SeaWorld, para ter uma visita sem problemas com fila. O sistema custa US$ 19, entretanto, esse preço pode mudar no mês de Julho.

Logo depois da entrada, a gigantesca Manta desperta a curiosidade de quem passa, até mesmo dos menos corajosos. Ela é uma flying coaster - modelo onde os visitantes vão deitados de barriga para baixo - com quatro inversões e velocidade de 90 km/h. Presta uma homenagem as arraias, que podem ser vistas no imenso aquário localizado na fila do brinquedo.

A Manta, em minha opinião, foi por muito tempo a melhor montanha-russa de toda Flórida. Seu percurso é único, e passa pelas exibições de pelicanos e flamingos, além de um grande espelho d'água. Fornece uma gostosa e incrível sensação de liberdade, merecendo a repetição quantas vezes for necessário.

Entretanto, a novíssima Mako, a mais alta e mais rápida montanha-russa do estado tomou esse lugar no meu coração. Seu percurso de 1.450 metros, quase 120 km/h e 61 metros de altura, cheio de sobes e desces, faz quem a desafia apenas um instrumento da ação da força gravitacional. É possível ter várias vezes a sensação de sair do banco, o airtime, e isso para mim é a coisa mais legal em uma montanha-russa!

É importante ficar de olho nos horários dos shows, apresentados no verso do mapa do SeaWorld Orlando. O Dolphin Days, show exibido no Dolphin Theater, normalmente é apresentado pela manhã (tendo outra sessão no final da tarde), podendo ser assistido logo após um passeio na Manta.

O espetáculo mostra a simpaticidade e as habilidades dos golfinhos de forma muito divertida. Seus pulos e inteligência impressionam, proporcionando uma bela apresentação. Além deles, araras voam sobre o público em alguns momentos, o levando ao delírio. Como todo show do SeaWorld, sentar mais perto do palco eleva em 100% as chances de tomar um banho dos golfinhos, ficando com cheiro de peixe o dia inteiro.

A Dolphin Cove oferece um programa de 10 minutos (US$ 15) caso queira tocar e aprender mais sobre os golfinhos. Para apenas visualiza-los, uma área de exibição subterrânea fica aberta durante todo o dia.

No TurtleTrek, a vida sob os olhos de uma tartaruga é apresentada através de um filme 3D em 360 graus. O visitante aprende sobre como ela cruza os oceanos do mundo, além do período de reprodução e colocação dos ovos em praias. Além disso, é mostrado os esforços dos programas ambientais do SeaWorld para o salvamento de milhares de espécies de tartaruga, além do peixe-boi e leão marinho. Logo do lado de fora da atração, milhares de tartarugas e peixes-boi chamam a atenção pela sua numerosidade e grandiosidade. Ainda é possível ver jacarés, claro, em outra exibição perto dali.

O Antarctica: Empire of the Penguin é um simulador muito tranquilo (e extremamente gelado!) que passa pelas diversas fases e locais que um pinguim enfrenta em sua vida. Após a saída do brinquedo, fica-se cara a cara com muitas espécies, como o Imperador, Rockhopper, Gentoo e Real.

À medida que o fundo do SeaWorld Orlando se aproxima, já bate nos olhos a radicalidade da Kraken, uma montanha-russa onde os trens são sem piso, ou seja, os pés ficam flutuando, enquanto são percorridas sete inversões. A Kraken possui 45m de altura e alcança 105 km/h. Durante essa visita especificamente, a montanha-russa estava operando apenas com um trem, gerando uma grande fila.

Apesar de ser um parque essencialmente voltado para diversão familiar e aprendizado marinho, o SeaWorld dispõe de duas montanhas-russas de extrema qualidade. Alguns adolescentes podem não curtir shows ou animais, porém a visita já vale pelp trio Mako, Kraken e Manta. Além delas, o Journey to Atlantis também pode surpreender.

Journey to Atlantis é metade montanha-russa indoor, metade splash. Combinando alta velocidade e cenários sobre a cidade perdida de Atlântida, é uma boa pedida para aumentar a adrenalina durante a visita. Sua queda é forte, sendo impossível sair seco. Em seu prédio, há uma exibição de peixes exóticos.

Clyde & Seamore: Sea Lion High é o mais novo show do SeaWorld Orlando, ambientado num cenário de escola do Ensino Médio e regado de muito humor e palhaçadas. Logo atrás do Sea Lion & Otter Theater, uma gigante exibição de leões marinhos e focas, permite ao visitante alimentá-los enquanto observa suas hilárias peripécias na água e nas pedras.

Já na sua frente, concentra-se algumas lanchonetes, muitas especializadas em comida de frutos do mar, e a Skytower, uma torre de observação de 122 metros. Quando alcança seu topo, a visão é de toda a cidade de Orlando, além dos parques da Universal, e em dias bem claros, os parques Disney.

Os fãs de tubarões se deliciam no Shark Encounter, um aquário completamente fechado e escuro com algumas espécies de tubarões. Alguns famosos, como o cabeça-de-martelo podem ser vistos, porém a única referência ao Grande Tubarão Branco é sua mandíbula, exposta. O SeaWorld Orlando oferece a oportunidade de alimentá-los, além de um restaurante cercado pelo aquário.

Para as crianças, o SeaWorld construiu o Shamu's Happy Harbor, com oito brinquedos infantis, incluindo um grande playground e uma linda mini montanha-russa. Essa área ainda tem a animação dos personagens da Vila Sésamo, durante algumas partes do dia.

Embora seja antiquado e fraco, o simulador Wild Artic leva os visitantes através de uma expedição pelo ártico, Polo Norte da Terra, exibindo lindas imagens das paisagens frias. Na saída da atração, um ambiente gelado abriga baleias belugas e morsas.

Sem dúvidas, a melhor maneira de encerrar o dia no SeaWorld é assistindo ao One Ocean, principal show do parque. As estrelas são as orcas, incríveis animais que impressionam pela sua inteligência e maestria ao executar suas performances. Após esse show, fiz questão de comprar o Behind the Scenes Tour, que mostra aos visitantes os bastidores do SeaWorld Orlando, incluindo o cuidado e tratamento dos animais. O parque oferece outros tours em seu site oficial.

Orcas, na verdade, são animais da família dos golfinhos extremamente inteligentes e com um complexo sistema familiar e social. A estrela do SeaWorld, Shamu, era macho e faleceu em 1971. Apesar disso, até hoje o SeaWorld usa o famoso nome em seus shows e como referência as orcas.

A alimentação no SeaWorld Orlando fica por conta de diversas lanchonetes, que além de ter o tradicional cardápio fast-food, oferece opções de sanduíches estilo Subway, sendo que alguns locais também oferecem opções livres de glúten. Um dos melhores restaurantes do parque é o Seafire Inn Café, que dispõe de uma culinária muito mais completa.

Seu horário de funcionamento, das 9h às 19h, permite visitar todas as atrações, incluindo shows e brinquedos. Suas filas não costumam ser muito grandes, raramente passando de uma hora. Um dia inteiro é o suficiente para aproveitar tudo de mais belo que a vida marinha pode oferecer, além de radicais montanhas-russas.


---

Resumão do SeaWorld Orlando:

Alimentação: Fast-food e restaurantes com buffet (self-service). Meu lugar favorito para comer é o Voyagers Smokehouse, em frente a Skytower. O Seafire Grill e o Seaport Pizza também são ótimos.

Como chegar: O aeroporto mais próximo é o de Orlando (MCO). Para chegar ao parque, é recomendável ir de carro ou Uber.

Dica campeã: A atração Antartica: Empire of the Penguin deixa você muito muito perto de um pinguim. Leve uma blusa de frio para poder aguentar ficar no recinto (as temperaturas são baixíssimas) e contemplar esses belos animais.

Filas: tranquilas (-30min) a moderadas (+60min). Dê preferência em chegar ao parque pela manhã cedo e correr para Mako. Depois faça Kraken, Journey to Atlantis e Manta.

Melhores atrações: Mako, Manta e Kraken.

Melhores meses para visitar: Maio, Junho e Outubro.

Melhor ordem de atrações dentro do parque: Kraken / Mako / Infinity Falls / Orca Encounter / Ice Breaker / Wild Artic / ALMOÇO / Dolphin Days / Dolphin Cove / Turtle Trek / Antartica: Empire of the Penguin / Journey to Atlantis / Manta / Sky Tower

Preço: US$ 86,00

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


StormRunner.jpg

SE SENTIU INSPIRADO? VAMOS VIAJAR!

Conheça nossa agência de viagens!

Na Scream!, você encontra a forma que mais se adequa para você viajar: seja de excursão ou comprando um pacote! Te falei que dá para montar seu próprio pacote e comprar ingressos para os melhores parques espalhados pelo mundo? Ah, tem mais! Dá para você ter seu próprio roteiro personalizado!

bottom of page