top of page

HEY!

Antes de ler, se você quiser saber mais detalhes de COMO foi o processo de me planejar para viajar e visitar esse parque, não deixe de ler meus diários de viagem. Caso seja muita informação para absorver e você gostaria de ter uma consultoria com roteiro personalizado, não deixe de me chamar no Whatsapp!

Cedar Point

Atualizado: 23 de jun.


Se alguém me dissesse no auge dos meus 18 anos que eu visitaria o Cedar Point três vezes até os meus 30 anos, eu com certeza não iria acreditar. Eu tive minha adolescência toda moldada pelas novidades que o Cedar Point trazia e se consagrava como a "Capital Mundial da Montanha-Russa", e batalhava de igual para igual com o Six Flags Magic Mountain em Los Angeles, na Califórnia. Ir nesse parque era um sonho de vida de jovem adulto tal qual como ter um carro. Deixei tanto esse objetivo na minha cabeça que corri atrás dos caminhos para chegar até a um dos melhores parques temáticos do mundo. Pisei no Cedar Point em 2016, e voltei para casa me perguntando quando seria de novo a próxima vez. Pensava lá pelos meus 35 anos... Porém, à medida que fui moldando meus caminhos, consegui retornar em 2021, e em 2023, essa última com um toque mais do que especial.


Gatekeeper, Cedar Point


Snoopy, Cedar Point
Consegue descobrir quem são os mascotes do parque?

O Cedar Point fica numa península desde 1870, o que o faz ser um dos parques temáticos mais antigos e icônicos do mundo. Seu resort tem um hotel histórico, o Hotel Breakers, marina, parque aquático, o Cedar Point Shores, e até uma praia particular. A cidade que fica, Sandusky, está a uma hora de Cleveland, e é uma fofura! Devido aos altos custos dos hotéis em Sandusky, me estabeleci em um hotel perto do aeroporto de Cleveland e passei duas noites para ter tempo o suficiente de aproveitar mais uma vez tudo que o Cedar Point tinha para me oferecer.




O dia começou às 06h da manhã para o Sunrise Vip Thrills Tour, um tour obrigatório para quem ama montanha-russa. O tour acontece em dias selecionados, custa US$ 200 por pessoa (mínimo de duas pessoas por pedido), e te leva ao topo da Valravn, a montanha-russa de mergulho do parque. Além disso, ele te leva para conhecer os bastidores da manutenção de montanhas-russas, e dá dois fura-filas para você curtir as duas melhores montanhas-russas do parque: Maverick e Steel Vengeance.







Topo da Valravn - Estamos a 68 metros de altura!



Além dos fura-filas, você ganha uma refeição gratuita e um dia inteiro de fotos no parque!

Como era um típico dia de verão nos Estados Unidos, o parque estava extremamente lotado. Utilizei o serviço de fura-fila do Cedar, o Fast Lane. Apesar de caro (US$ 120), dá para furar a fila quantas vezes quiser ao longo do dia! Com a pulseira nos braços, segui para os portões do Cedar Point, que não são portões nada comuns. O que tem de diferente?


150 Years, Cedar Point
Em 2021, o Cedar Point está celebrando seus 150 anos!

Carousel, Cedar Point
Carrossel


Eu amei que a fitinha do Fast Lane era da Maverick, minha montanha-russa favorita!

Uma montanha-russa gigante, a Gatekeeper. Simbolizando o guardião de entrada do parque, a Gatekeeper é uma montanha alada (os assentos são paralelos ao trilho) que te deixa seis vezes de cabeça para baixo! Eu achava esse modelo sem graça, porém a Gate tirou todos os meus preconceitos! Uma delícia! Ela viaja pela entrada do Cedar Point a incríveis 107 km/h e fica seis vezes de cabeça para baixo, uma delas sendo bem em cima das catracas!



Gatekeeper, Cedar Point

Gatekeeper, Cedar Point

Gatekeeper, Cedar Point

Gatekeeper, Cedar Point


Para 2023, o parque inaugurou uma nova área, a The Boardwalk. A área concentra brinquedos clássicos de parques de diversão dos Estados Unidos na época do início do século XX, e conta como atrações principais a roda-gigante Giant Wheel, a torre giratória Windseeker, e a novíssima montanha-russa Wild Mouse. O maior restaurante do parque, Grand Pavilion, fica à beira-lago, fornecendo uma das vistas mais lindas do lago Erie.


Grand Pavilion, Cedar Point
Grand Pavilion




A Wild Mouse parece uma montanha-russa bobinha, mas os giros podem ser superradicais se você balancear seu trem com o peso certo!

Troika

Calypso

Matterhorn

Giant Wheel

Windseeker, Cedar Point
Windseeker


Scrambler



Fui sentindo, mais uma vez, o clima do parque, mágico, especialmente pela vibe de parque de diversões do século passado, com muitos jogos de sorte, brinquedos radicais, como o pêndulo maxAir, e construções com arquitetura clássica de beira de praia. Eu amava ver os jardins tão bem cuidados, e um teleférico passando em cima da minha cabeça com as minhas músicas favoritas tocando (alô, Paramore!) no alto-falante e as crianças sorrindo. Por falar em crianças, o parque tem três áreas infantis: o Camp Snoopy, o Planet Snoopy e o Kiddie Kingdom.


maxAir (à esquerda)


Kiddie Kingdom, Cedar Point
Kiddie Kingdom


Kiddie Kingdom, Cedar Point

Kiddie Kingdom, Cedar Point



A próxima montanha-russa foi a Raptor, uma montanha-russa invertida também com seis inversões. A Raptor, sem dúvida, é a montanha-russa invertida com maior intensidade que eu já fui na vida! Sua experiência é como se eu estivesse dentro de um foguete sendo lançado para o espaço! Durante as inversões, era como esse foguete tivesse saído de órbita!


Raptor, Cedar Point


Raptor, Cedar Point

Raptor, Cedar Point
Nessa parte, seu cérebro está submetido a MUITA pressão!


Segui pela direita em direção a clássica Corkscrew, uma montanha-russa semelhante à Star Mountain do Beto Carrero World. Dava para sentir o peso da sua idade, especialmente nos trens duros e percurso completamente desconfortável. Até os operadores faziam piada com a tremedeira da Corkscrew! Porém, foi muito divertido fazer os sacarrolhas passando por cima do público!



Corkscrew, Cedar Point

Corkscrew, Cedar Point

Clássico é clássico, e merece sempre ser prestigiado. Ao sair da Corkscrew, fui correndo para a Magnum XL-200, a primeira hiper montanha-russa do parque. Foi uma delícia acompanhar os sobe e desces da Magnum, especialmente porque ela é muito macia, mesmo para uma atração de sua idade. Confesso que esperava mais airtimes, a sensação de sair do banco, mas ainda assim, ela foi capaz de me divertir bastante! As lindas visitas para o lago Erie e para o parque aquático Cedar Point Shores são outro ponto alto da montanha-russa.


Magnum XL-200, Cedar Point

Magnum XL-200, Cedar Point

Magnum XL-200, Cedar Point


Quando olhei para o meu lado esquerdo e vi um trem sendo catapultado a 193 km/h, corri para a entrada da Top Thrill Dragaster. SIM! O lançamento dessa montanha-russa é completamente alucinante, e eu senti que eu estava tendo a minha alma arrancada de mim no momento. O frio da barriga foi instantâneo, e durou até a sessão de freios, em que o trem foi freado com tanta força quanto um avião pousando. É uma sensação única de sentir seu corpo unindo-se a força da natureza! A emoção de ir nessa montanha-russa é tanta que experimentei ela de dia, de tarde e de noite. Cada ida, uma sensação absurda de única!


Top Thrill Dragster, Cedar Point

Top Thrill Dragster, Cedar Point
Esse é o carro Dragster, modelo de corrida super radical nos EUA!

Top Thrill Dragster, Cedar Point


Perto da Dragster, ficam as Power Towers, torres de propulsão. Escolhi passar, até porque já tinha ido em torres assim e suas sensações não costumam ser diferentes. Segui para Gemini Midway, um lugar super bucólico com brinquedos clássicos e a montanha-russa de madeira dupla Gemini. Eu achava que ela seria sem graça, porém foi uma das maiores surpresas da visita! Muito gostosa e divertida, a Gemini me trouxe a sensação que buscava há muito tempo: de estar correndo com outro trem de montanha-russa.


Power Towers, Cedar Point
Power Towers


Gemini Midway, Cedar Point
Gemini Midway

Monster, Cedar Point
Monster

Gemini, Cedar Point
Estação dupla da Gemini!


Gemini, Cedar Point
A corrida da Gemini!

Gemini, Cedar Point

Gemini, Cedar Point

Gemini, Cedar Point


Lake Erie Eagles

Slingshot, Cedar Point
Slingshot

Além da Gemini, dei uma oportunidade ao Pipe Scream, uma atração semelhante ao Disko que o Beto Carrero World terá na sua nova área da NERF, a Nerf Mania. O meu medo desse tipo de brinquedo é real e continua vivo! Toda vez que o carrinho do brinquedo chegava as extremidades e eu parava de ver o trilho, arrancava muitos gritos de mim! O mais engraçado é que as crianças ao meu lado estavam super de boas... Vai entender, é catapultado na Top Thrill Dragster mas tem medo de um brinquedinho desses...



Pipe Scream, Cedar Point
Pipe Scream


O Cedar Point é tão grande que ele tem uma terceira área infantil, o Camp Snoopy! Nela, estão duas montanhas-russas que os pequenos adoram: a Woodstock Express e a Wilderness Run (somente para crianças!). Você também pode tirar foto com a icônica barriquinha de ajuda psiquiátrica da Lucy. Para quem gosta de se aventurar pela natureza, o parque oferece o Snake River Expeditions, um divertido passeio de barco pelos canais naturais da península que fica o parque.


Camp Snoopy, Cedar Point

Woodstock Express

Wilderness Run


Camp Snoopy, Cedar Point


Snake River Expeditions

Finalmente era hora de ir para minha área favorita do parque: Frontiertown, uma representação do Velho Oeste. A Frontiertown é liderada pelo xerife anti-herói Maverick, representado por uma montanha-russa que eu não consigo descrever em palavras a sua perfeição. A Maverick se tornou a montanha-russa favorita (e é até hoje) por unir todos os elementos que gosto em uma montanha-russa: velocidade, intensidade, inversão, sensação de sair do banco (airtime), e elementos repentinos, como curvas, quedas e um túnel que aparece do nada!


Frontiertown, Cedar Point
Saloon de Frontiertown

Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point
Cada um dos seis trens da Maverick tem um nome: Brass, Brent, Ben, Beau, Bart e Sam. Esse da foto é o Beau.

Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point



Maverick, Cedar Point

No meu reencontro com a Maverick, ela estava com parada técnica. Não saí da sua entrada enquanto ela não voltasse. Como estava com fome, comprei um balde de frango frito. Assim que tinha acabado de comprar o balde, ela voltou a funcionar, e tive que enfiar vários frangos na mochila e saí correndo para a estação. Não me arrependi de nada! HAHAHA Eu completei mais de 30 voltas nela juntando os dois dias e eu tinha certeza que era a pessoa mais feliz do mundo naqueles dias. Queria aproveitar cada segundo possível com a minha montanha-russa favorita e poder fazer várias e várias memórias novas nela com cada pedacinho do percurso. Assim como a Dragster, fui na Maverick em diversos momentos do dia, mas os mais memoráveis foram à noite, quando pude ter a companhia de vagalumes e o seu túnel de lançamento ter ficado muito mais assustador!


Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point

Maverick, Cedar Point
A Maverick foi eleita a melhor nova atração do mundo em 2007!


Do lado da Maverick ficava a monstra Mean Streak, que já foi, em seus tempos áureos, uma das melhores montanhas-russas de madeira do mundo. Entretanto, quando a encarei, em 2016, a montanha-russa só me deu dor. Sem dúvida alguma foi a minha pior experiência em uma montanha-russa da vida. Eu queria tanto ter gostado, mas saí com dor nas costas e dor de cabeça. Felizmente, a Mean Streak foi transformada em Steel Vengeance, uma montanha-russa híbrida com madeira e aço se unindo para voltar a criar uma experiência matadora (no bom sentido).


Mean Streak, Cedar Point
Mean Streak (até 2016)

Steel Vengeance, Cedar Point
Steel Vengeance (a partir de 2018)

A Steel Vengeance provavelmente é a melhor montanha-russa do mundo. Inaugurada em 2018, até hoje ela é apontada por críticos e visitantes como o melhor percurso já criado para uma montanha-russa, e suas sensações viraram tema de euforia na internet nas primeiras semanas de seu lançamento. Ir nela era uma curiosidade e uma vontade absurda, especialmente porque eu queria saber se ela poderia roubar o lugar da Maverick no meu coração. Definitivamente não.


O nome "Steel Vengeance" foi uma escolha do Cedar Point para simbolizar a história de três bandidos (Blackjack, Chess e Digger). Os três foram expulsos de Frontiertown com a sua máquina do mal de madeira (Mean Streak) e retornaram almejando derrubar o reinado de Maverick em Frontiertown, por isso construíram a Steel Vengeance ("Vingança de Metal").

Steel Vengeance, Cedar Point
Close na queda!

Steel Vengeance, Cedar Point
Os três trens da Steel Vengeance recebem o nome de cada bandido. A história foi criada para simbolizar a disputa entre os próprios visitantes do Cedar Point que discutem até hoje entre quais das duas é a melhor montanha-russa do parque!



Acredito que jamais outra montanha-russa roubará o lugar da Maverick e, além disso, a Steel Vengeance é tudo isso mesmo. Porém, seu airtime é tão forte e constante, mas tão forte e constante, que em certo momento você pode sentir suas coxas doendo devido as constantes pressões contra a trava na hora que seu corpo levita do banco. Isso, para mim, a torna uma montanha-russa difícil de ficar repetindo várias vezes devido ao desconforto. Se você não ligar para isso, as quatro inversões, a queda em 90°, a velocidade de 120 km/h e 1,8km de extensão farão você gritar pela sua vida e cair em uma felicidade de outro mundo por ter andando nessa obra de arte!


Steel Vengeance, Cedar Point

A Cedar Creek Mine Ride é uma montanha-russa familiar inaugurada em 1969, um pedaço de história viva do Cedar Point. Seu percurso não é lá grande coisa, mas é bastante divertido para as crianças que querem ter sua primeira experiência em uma atração dessas. Pertinho dela, ficam brinquedos muito populares nos EUA: o Wave Swinger, chapéu mexicano; o Skyhawk, um balanço gigante; o Snake River Falls, um splash gigante, e o Thunder Canyon, as clássicas corredeiras.




Cedar Creek Mine Ride, Cedar Point
Cedar Creek Mine Ride

Cedar Creek Mine Ride, Cedar Point

Skyhawk

À medida que ia me aproximando da parte oeste do parque e passava pelos lindos caminhos arborizados, via que chegava a hora de encarar outra montanha-russa super aguardada: a Millennium Force. Considerada ainda por muitos a melhor montanha-russa de aço do mundo, a Millennium foi uma explosão de emoção quando foi inaugurada, especialmente por ter sido uma quebradora de recordes mundial. Encarei sua fila (no sol) para começar a subir seus 95 metros de altura, e na queda a 150 km/h, quase tive um princípio de desmaio devido a força da luz do sol e a força da gravidade atuando sobre meu corpo. Eu me senti mais leve que na Top Thrill Dragster, sabendo que aquele era o momento mais próximo de conhecer o além que eu já tive na vida. Valeu muito a pena. Muito muito a pena.




Millennium Force, Cedar Point



Millennium Force, Cedar Point

Millennium Force, Cedar Point

Millennium Force, Cedar Point

A próxima montanha-russa foi a Rougarou, em que os trens são sem piso e viajam por um percurso muito compacto, o que dá uma sensação de liquidificador bem bacana! Sim, isso é uma coisa boa! As curvas, misturadas com inversões uma atrás da outra, me deixava todo zonzo de uma maneira meio boba, e eu não parava de rir enquanto estava desafiando essa maravilha laranja. Adorei! Para dar uma pausa (é importante sentar e relaxar em meio à maratona de montanhas-russas) escolho ir na Cedar Point & Lake Erie Railroad, um trenzinho em miniatura super fofo que vai até a Frontiertown, com a outra estação sendo pertinho da entrada da Rougarou.




Rougarou, Cedar Point

Rougarou, Cedar Point

Rougarou, Cedar Point
Rougarou

Cedar Point Railroad, Cedar Point
Cedar Point & Lake Erie Railroad

Outra montanha-russa clássica, a Iron Dragon balança seus vagões de acordo com seu percurso, dando uma leve sensação de estar voando em um balão em alta velocidade. Era engraçado percorrer o trilho achando que o trem ia "descarrilhar" pelo balanço dos vagões. Uma excelente opção para toda família.


Iron Dragon, Cedar Point
Iron Dragon

Iron Dragon, Cedar Point


Chegando ao caminho central novamente, era hora de encarar a Valravn, a segunda montanha-russa de mergulho mais alta do mundo! Tematizada de acordo com um corvo, a Valravn é tudo que a SheiKra do Busch Gardens Tampa queria ser. Mais alta, mais emocionante, com mais força da gravidade vindo na sua cara e transformando seu corpo em um mergulhador no ar! Foi incrível aquela queda de 90º gigantesca em direção ao chão, depois entrando em várias inversões gigantes! São 68 metros e uma velocidade de 120 km/h!


Valravn, Cedar Point
Valravn

Valravn, Cedar Point
Você encara a paradinha da Valravn a 65 metros de altura?


A Blue Streak foi a última montanha-russa da minha visita, apenas para encerrar com chave de ouro. Clássica, a Blue é a mais antiga do Cedar Point em operação. Seus suportes azuis reservam uma montanha-russa de madeira normal, com bastante solavancos, mas de um passeio divertido. Uma menção honrosa é que foi na Blue Streak que pegamos a equipe de operação mais animada e divertida de todo o Cedar Point!


Blue Streak, Cedar Point
Blue Streak

Blue Streak, Cedar Point

O Cedar Point estava de parabéns em sua conservação! Sua alimentação é bem comum de parque de diversões, mas o parque oferece opções diversas como culinária chinesa, mexicana e italiana. É importante ressaltar que foi um dos poucos parques que vi com cardápio exclusivo para vegetarianos e veganos. A melhor dica de alimentação dentro do Cedar Point é deixar para comer fora do horário de 12h à 15h, assim evita-se grandes filas.


Cedar Point

Cedar Point






Ter a benção de estar nesse lugar pela terceira vez e aproveitar desde antes da hora da abertura até a hora de fechar são sensações que ficarão para sempre na memória. Estar lá é muito especial e você sente uma magia diferente dos parques de Orlando, como Disney e Universal. É a magia pela diversão, não por conta de uma situação que lembra sua infância ou sonhos. A magia de se divertir puramente.


Millennium Force, Cedar Point
Millennium Force à noite!

Corkscrew, Cedar Point
Corkscrew à noite!

Foi uma honra comemorar os 150 anos do Cedar Point dentro do parque. Os fogos de artifício e o desfile de carros alegóricos no final da visita deu aquela sensação de encerrar os dias com "chave de ouro". Posso dizer que participei de um dos momentos mais icônicos da história do parque, e isso é extremamente emocionante!


Cedar Point 150th anniversary
Um carro alegórico com trilhos de montanha-russa!

Cedar Point 150th anniversary

Cedar Point 150th anniversary
Que venham mais 150 anos, Cedar Point!

Se todo mundo diz que todo mundo devia visitar a Disney em Orlando, eu digo que todo mundo devia visitar o Cedar Point! O parque é o suprassumo da diversão para toda família, agradando todas as idades e deixando dias inesquecíveis na cabeça dos visitantes. Eu sou um deles, e posso dizer que sou uma pessoa muito mais feliz de ter visitado esse lugar tantas vezes!


---

Perguntas frequentes:


Onde fica o Cedar Point?

O Cedar Point fica na cidade de Sandusky, a uma hora de Cleveland, no estado norte-americano de Ohio (Estados Unidos).


Como chegar ao Cedar Point?

O aeroporto mais próximo é o de Cleveland (CLE). Você pode ficar hospedado tanto em Cleveland ou Sandusky (cidade em que o Cedar Point está), porém recomendo ficar em Sandusky mesmo. Para chegar ao parque, é recomendável ir de carro, táxi ou Uber/Lyft (se disponível). Não existe a possibilidade de se hospedar em Cleveland e pegar Uber/Lyft para o Cedar Point.


Quais são as melhores atrações do Cedar Point?

Steel Vengeance, Maverick e Milennium Force.


Quais são os melhores meses para visitar o Cedar Point?

Maio, Junho e Outubro.


Qual é a melhor ordem para fazer as atrações e brinquedos do Cedar Point?

Steel Vengeance / Maverick / Millennium Force / Rougarou / Iron Dragon / Valravn / ALMOÇO / Blue Streak / Raptor / Gatekeeper / Wild Mouse / Corkscrew / Top Thrill Dragster / Magnum XL-200 / Gemini / Cedar Creek Mine Ride / maxAir


Qual é a melhor dica para o Cedar Point?

O parque é grande, então reserve dois dias para brincar tranquilamente. Além disso, chegue cedo e sempre comece pelas montanhas-russas do fundo do parque, como a Maverick e a Steel Vengeance. Caso uma das duas não tenha aberto junto com o parque, corra para a Millennium Force!

Que tipos de comida estão disponíveis no Cedar Point?

Meu lugar favorito para comer é o Miss Keat's Smokehouse, um restaurante com comida latina em frente à Steel Vengeance. Nele, você consegue ter uma variedade bem legal do que escolher, como carne, feijão, arroz e purê. Outro lugar maravilhoso é o novíssimo The Farmhouse Kitchen & Grill, localizado perto da Cedar Creek Mine Ride, com carnes e shows ao vivo, além do Grand Pavilion, com comidas mais refinadas. Para os fãs de montanha-russa, não deixem de ir no Coaster Drive-In!


Quanto custa o Cedar Point?

O passaporte de 1 dia é aproximadamente 50 dólares americanos (R$ 250). Caso vá visitar mais de um parque da Cedar Fair, considere comprar o Gold Season Pass com o adicional do All Parks Passaport.


Qual é a duração das filas no Cedar Point?

Moderadas (até 60min).


Qual é o site do Cedar Point?

696 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


StormRunner.jpg

SE SENTIU INSPIRADO? VAMOS VIAJAR!

Conheça nossa agência de viagens!

Na Scream!, você encontra a forma que mais se adequa para você viajar: seja de excursão ou comprando um pacote! Te falei que dá para montar seu próprio pacote e comprar ingressos para os melhores parques espalhados pelo mundo? Ah, tem mais! Dá para você ter seu próprio roteiro personalizado!

bottom of page