top of page

VEJA TODOS OS MEUS
DIÁRIOS DE VIAGEM

Registrei cada passo das minhas viagens em um grande relato - cada viagem tem um nome especial!

Coney Island (Luna Park & Deno's Wonder Wheel Park)

Perguntas frequentes de Coney Island


Com certeza você já ouviu que um lugar é o “berço” de algo. Por exemplo, alguns historiadores falam que a Mesopotâmia foi o “berço da civilização”. No mundo dos parques de diversões, podemos dizer, sem medo de errar, que o berço dos parques de diversões modernos foi a região de Coney Island, na cidade de Nova York. A península no Brooklyn, de 1880 à Segunda Guerra Mundial, concentrou o maior entretenimento já visto pela população estadunidense. Três parques de diversões e outros estabelecimentos menores disputavam a atenção dos turistas, e deles saíram muitas inovações que foram importantes para os parques que conhecemos hoje. Muitos anos depois, Coney Island segue divertindo os nova-iorquinos, com dois parques de diversões: o novo Luna Park e o histórico Deno’s Wonder Wheel Park.

Luna Park, Coney Island

Luna Park


O Luna Park foi inaugurado em 2010 com a promessa de ser um revival do original Luna Park. Sendo operado pela fabricante de brinquedos italiana Zamperla, o parque é cheio de brinquedos radicais, familiares e infantis - é praticamente impossível alguém não se divertir dentro do parque! Cheguei no Luna Park através do metrô, que tem a estação “Coney Island - Stillwell Av” como ponto final das linhas N e Q. Da estação, são 10 minutos andando até o portão principal do parque, localizado à direita da montanha-russa histórica Cyclone.

Luna Park, Coney Island
Brooklyn Flyer
Luna Park, Coney Island

Existem duas maneiras de brincar no Luna Park: comprando uma pulseira que dá acesso ilimitado às atrações por quatro horas ou pagando por atração. Como queria aproveitar o máximo, comprei a pulseira e corri para a Cyclone, montanha-russa de madeira que está de pé desde 1927. A Cyclone é um patrimônio histórico da cidade, e por ser tombada, precisa funcionar da exata maneira que funcionava há anos atrás. Assim, a montanha-russa tem o “moço-do-freio”, isto é, um funcionário que puxa uma alavanca para frear o trem quando ele chega na estação!

Luna Park, Coney Island

O trem da Cyclone é bem curtinho e quando ele começa a fazer o percurso da montanha-russa, você está entregue a um passeio muito radical e cheio de emoção! A Cyclone bate como qualquer outra montanha-russa de madeira, mas o trem alcança uma velocidade de quase 100 km/h, parecendo que está desgovernado! Devido às travas usadas, é até possível sentir airtime (a sensação de levitar do banco) em alguns pontos da Cyclone! Uma experiência incrível!

Cyclone, Luna Park, Coney Island
Cyclone, Luna Park, Coney Island
A Cyclone foi construída em 26 de Junho de 1927
Cyclone, Luna Park, Coney Island
Para entrar na montanha-russa, você precisa deixar sua mochila numa espécie de guarda-volumes, semelhante à museus!
Cyclone, Luna Park, Coney Island
O segundo trem da Cyclone, todo acolchoado
Cyclone, Luna Park, Coney Island
O homem-do-freio, que aciona o freio manual quando o trem chega à estação
Cyclone, Luna Park, Coney Island
Cyclone, Luna Park, Coney Island
Cyclone, Luna Park, Coney Island

Com o tradicional hábito de ir em todas as montanhas-russas primeiro, a próxima parada foi a The Tickler, que é um modelo bastante presente nos parques dos Estados Unidos. Seu percurso é bom, e os carros giram o suficiente para te fazer rir - não é à toa que várias caras sorridentes estão presentes ao longo do percurso da The Tickler! A vista dela da praia também é maravilhosa, e como ela não é muito rápida, dá para apreciar um pouco!

The Tickler, Luna Park, Coney Island
The Tickler, Luna Park, Coney Island

O Luna Park é dividido em três grandes áreas: a primeira, onde ficam a Cyclone, a The Tickler e vários brinquedos; a segunda, que se chama ScreamZone e tem brinquedos somente extremamente radicais, e a terceira, o Steeplechase Park, onde fica a montanha-russa Thunderbolt, a antiga torre do Parachute Jump e o tombado B&B Carousel. A vontade de aproveitar os brinquedos da primeira área era grande, mas a vontade de ir na Thunderbolt era maior, então segui pelo calçadão de Coney Island até chegar na montanha-russa.

Boardwalk, Luna Park, Coney Island
Boardwalk
Boardwalk, Luna Park, Coney Island
B&B Carousel, Luna Park, Coney Island
Boardwalk, Luna Park, Coney Island

A Thunderbolt é uma montanha-russa que faz tributo à original Thunderbolt, que permaneceu no mesmo local até 2000, quando foi demolida. São 4 inversões, uma velocidade de 90 km/h, uma subida vertical em 90° e uma altura de 35 metros. Lendo isso até parece que é uma montanha-russa radical “normal”, mas a Thunderbolt é MUITO AGRESSIVA! Seus trens possuem além da trava de colo, duas alças (como se fossem de mochila!) que ajudam a prender seus ombros.

Thunderbolt, Luna Park, Coney Island
Thunderbolt, Luna Park, Coney Island
Thunderbolt, Luna Park, Coney Island
Thunderbolt, Luna Park, Coney Island
Thunderbolt, Luna Park, Coney Island
Thunderbolt, Luna Park, Coney Island

Essas duas alças existem porque a Thunderbolt alcança 4,3 vezes a força da gravidade - em cada inversão, curva ou colina, você é arremessado para frente com tudo, fazendo essa montanha-russa ser uma das experiências mais assustadoras da vida! Definitivamente, o Luna Park tem em suas mãos uma máquina de gritos e surpresas!

A adrenalina já estava lá no alto mesmo, então a próxima parada foi a ScreamZone, mais especificamente a montanha-russa Steeplechase. O destaque dela são os assentos em forma de cavalos! Você fica montado como se fosse em um de verdade e é lançado a 60 km/h em apenas 2 segundos! Depois, você só fica curtindo as curvas e pequenas quedas da montanha-russa, sendo uma experiência bem divertida!

Steeplechase, Luna Park, Coney Island
Steeplechase, Luna Park, Coney Island
Luna Park, Coney Island

Algumas montanhas-russas tem uma reputação ruim em qualquer lugar do mundo. A Soarin’ Eagle é uma montanha-russa voadora, mas os trens são conhecidos por serem extremamente desconfortáveis. De fato, ela parece uma engenhoca: a subida é em espiral, e os trens você entra já em diagonal, inclinado! Entretanto, não achei ela tão ruim assim, viu? Estranha? Com certeza! Mas eu achei bem legal e divertida a experiência!

Soarin' Eagle, Luna Park, Coney Island
Soarin' Eagle, Luna Park, Coney Island

Outros brinquedos da ScreamZone eram a roda-giratória Endeavor, um brinquedo super radical em que você é girado no ar na diagonal e na vertical, e a torre de queda livre Astrotower, com 41 metros! O Luna Park ainda opera uma pista de kart grandinha, paga à parte. Apesar de amar velocidade, não era na pista que queria experimentá-la. Quando vi o Zenobio girando, é óbvio que arrastei meu amigo para ir comigo.

Endeavor, Luna Park, Coney Island

O Zenobio é um brinquedo gigantesco em formato de “I”, com assentos nas extremidades, que gira em movimento circular. Essa máquina maluca alcança 40 metros e 96 km/h em giros, e são MUITOS giros! Fiquei com medo de enjoar, mas não foi dessa vez! O Luna Park também tem um Slingshot, um estilingue que te joga 45 metros para cima em uma velocidade de 145 km/h. Sigo aguardando o dia que vou num desses.

Zenobio, Luna Park, Coney Island
Zenobio
Zenobio, Luna Park, Coney Island

De volta à primeira área do Luna Park, comecei a ir nos brinquedos que tinha deixado para trás. O primeiro foi o Atlantic Aviator, um Super Air Race que eu estava morrendo de curiosidade para saber como era! A emoção é enorme - quando o brinquedo sobe e você fica girando lá de cima, é como se você estivesse em um avião desgovernado por cima de Nova York! Uma visão incrível! Fiz de tudo para não ficar enjoado - já que fico sempre enjoado nesse tipo de brinquedo - e foi uma experiência inesquecível! Sem dúvidas, é a versão do Air Race mais divertida!

Atlantic Aviator, Luna Park, Coney Island
Aviator, Luna Park, Coney Island
Placa dedicada à um dos engenheiros da Zamperla, fabricante italiana de brinquedos dona do Luna Park

Outra atração que adorei foi o Clockworkz, um brinquedo em que diversos braços rodam em formato de “Z” dando uma sensação forte e constante de frio na barriga! A melhor parte do Clockworkz é quando ele chega no topo e começa a cair para girar de novo. Perto dele, o Luna Park tinha mais giros a oferecer: o ElectroSpin, um brinquedo em formato de disco que percorre o trilho em formato de U - ainda não me acostumei quando o disco chega perto do fim do trilho e você não vê mais trilho algum - sempre me dá impressão que o disco vai sair e cair!

Clockworkz, Luna Park, Coney Island
Clockworkz, Luna Park, Coney Island

Como o Luna Park é um lugar muito propício para você resgatar seu espírito de criança, não deixei de ir na Circus Coaster - uma montanha-russa infantil mas bem divertida! Inclusive, é nessa área que também ficam todas as atrações infantis - que são muitas! As melhores são o Coney Clipper, barco pirata; o Lynn’s Trapeze, chapéu mexicano, e a Coney Tower, uma pequena torre de queda livre.

Lynn'z Trapeze, Luna Park, Coney Island
Tea Party, Luna Park, Coney Island
Lynn's Trapeze, Luna Park, Coney Island

Antes de ir embora, queria ver mais uma vez o Luna Park do alto. Nada melhor que o Brooklyn Flyer, uma torre de cadeiras suspensas de apenas 30 metros de altura que faz você ver todas as luzes de Coney Island cintilando aos seus olhos. Lindo demais! A última atração do Luna Park foi o Luna 360°, um pequeno frisbee que parece inofensivo, mas é extremamente forte.

Luna 360º, Luna Park, Coney Island
Luna 360º
Brooklyn Flyer, Luna Park, Coney Island
Brooklyn Flyer
Cyclone, Luna Park, Coney Island

A alimentação do Luna Park é típica de parque de diversões, sendo unicamente fast-food. Eu tinha comprado um vale alimentação no site, e eu escolhi o cachorro-quente do Nathan’s como refeição. Para quem cresceu com os podrões do Rio de Janeiro, um cachorro-quente que é somente pão e salsicha chega a ser decepcionante, mas os locais adoram! Outras opções são hambúrgueres, batata-frita, pizza e os deliciosos funnel cakes.

Hot dog, Luna Park, Coney Island
Quem gosta desse cachorro-quente?

É muito importante chegar cedo no Luna Park, para pegar o mínimo de fila nos brinquedos. Caso queira pegar o pôr-do-sol e o começo da noite, chegue às 16h/17h que também será perfeito para aproveitar bastante. Aqui, não há tematização ou cenários para prestar atenção, somente a pura diversão dos muitos brinquedos.


Deno’s Wonder Wheel Park


Espremido entre as seções do Luna Park, o Deno’s Wonder Wheel Park é o único sobrevivente da primeira época de ouro de Coney Island, no início do século XX. Inaugurado em 1920, sua primeira e única atração por muito tempo foi a Wonder Wheel, uma roda-gigante fabricada pelo engenheiro romeno Charles Hermann. A partir de 1983, um imigrante grego chamado Denos Vourderis salvou a roda-gigante de ser demolida, restaurando-a e adicionando mais brinquedos ao seu redor.

Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island
Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island
A história da Wonder Wheel (em inglês)

A maior parte dos brinquedos do Wonder Wheel Park são infantis, sendo a grande maioria carrosséis dos mais diversos tipos: caminhões de bombeiro, pôneis, carros de corrida, barcos, motocicletas, jipes, aviões e até dragões! O parque também possui duas montanhas-russas exclusivas para crianças, a SkyFlyer e a SeaSerpent.

Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island
Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island
Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island

Passando por uma rampa embaixo da Wonder Wheel, que dizia “MAIS BRINQUEDOS AQUI” , dava para acessar os fundos do parque, em que ficava a entrada da roda-gigante, o trem fantasma Spook-a-rama (muito parecido com o do Parque Shanghai, inclusive), o bate-bate e o Thunder Bolt, um brinquedo estilo amor express, mas com cada gôndola sendo suspensa no ar enquanto ele gira! Quem jogou Rollercoaster Tycoon 3 com certeza irá se lembrar desse brinquedo - o visual é o mesmo! O Deno’s Wonder Wheel ainda mantém o Astroland Rocket, um brinquedo do parque que permaneceu em Coney Island antes do atual Luna Park.

Deno's Wonder Wheel Park, Coney Island
Dodgems, Coney Island
Spook-a-rama, Coney Island
Spook-a-rama, Coney Island
Thunder bolt, Coney Island

A grande estrela do parque pode ser a Wonder Wheel, porém a novíssima montanha-russa Phoenix tem o potencial de dividir esse estrelato. Uma excelente atração familiar, sua experiência é uma das mais gostosas de toda a Coney Island! Dá vontade de repetir várias e várias vezes. Fomos um dos primeiros a experimentar a Phoenix, já que ela só tinha inaugurado há um mês!

Phoenix, Wonder Wheel, Coney Island
Phoenix, Wonder Wheel, Coney Island
Phoenix, Wonder Wheel, Coney Island
Phoenix, Wonder Wheel, Coney Island
Não são aceitas pulseiras do Luna Park no Deno's Wonder Wheel, viu?

O restante do Deno’s Wonder Wheel Park (e de toda Coney Island) são diversos jogos de sorte e de habilidades. Quem tem experiência nesse tipo de atração (eu não) com certeza irá se divertir até o fim da noite e sair com muitos prêmios! Para quem quer curtir mais a região, o calçadão concentra grupos culturais e festas a céu aberto.

A noite mágica em Coney Island foi encerrada com um belíssimo show de fogos, que acontece durante os meses de verão. Preciso dizer que a sensação de assistir a uma queima de fogos na cidade de Nova Iorque é algo que toca demais o coração. Feche os olhos e tente se imaginar em Coney Island, com as luzes, os brinquedos e os fogos explodindo no céu.

A sensação é de que você conquistou o mundo, e a cidade está festejando junto com você - a alegria que quer sair de dentro de você é algo mais brilhante que a lua! BOOM! BOOM! BOOM!


---

Perguntas frequentes:

 

Onde fica o Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Coney Island é uma região onde fica o Luna Park e Deno's Wonder Wheel Park, em New York City, Estados Unidos.

 

Como chegar no Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Os aeroportos mais perto do Luna Park são os aeroportos da cidade de Nova York (NYC). A melhor maneira de chegar em Coney Island é via metrô - saindo do centro de Manhattan, são 1h e 10 minutos de viagem até a estação Coney Island - Stillwell Avenue. Pegue a linha N na estação Times Square em direção à Coney Island.

 

Quais são as melhores atrações do Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Cyclone, Thunderbolt e Phoenix.

 

Quais são os melhores meses para visitar o Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Abril a Junho e Setembro a Novembro.

 

Qual é a melhor ordem para fazer as atrações e brinquedos do Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Cyclone / Tickler / Circus Coaster / Steeplechase / Soarin’ Eagle / Thunderbolt / Astrotower / Endeavor / Zenobio / Brooklyn Flyer / Atlantic Aviator / Clockworkz / ElectroSpin / WonderWheel / Phoenix

 

Qual é a melhor dica para o Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Não deixe de aproveitar as montanhas-russas a noite em Coney Island! A experiência se torna muito mais mágica e você verá as luzes passando como estrelas coloridas brilhantes nos seus olhos. Aproveite também toda a agitação do calçadão. Caso queira pegar uma praia, chegue pela manhã!

 

Que tipos de comida estão disponíveis no Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Fast-food americano. Um dos destaques são a pizza do Al Cavallino e as Chili Cheese Fries do Half Moon Food Court. Não deixe de experimentar o funnel cake de Coney Island!

 

Quanto custa o Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

A pulseira que dá acesso ilimitado aos brinquedos do Luna Park custa aproximadamente USD 62 (R$ 320). No Deno’s Wonder Wheel, paga-se por brinquedo. As pulseiras do Luna Park não são aceitas no Deno’s Wonder Wheel Park.

 

Qual é a duração das filas no Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

Tranquilas (-30min) a moderadas (+60min).

 

Qual é o site do Luna Park / Deno’s Wonder Wheel Park?

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


StormRunner.jpg

SE SENTIU INSPIRADO? VAMOS VIAJAR!

Conheça nossa agência de viagens!

Na Scream!, você encontra a forma que mais se adequa para você viajar: seja de excursão ou comprando um pacote! Te falei que dá para montar seu próprio pacote e comprar ingressos para os melhores parques espalhados pelo mundo? Ah, tem mais! Dá para você ter seu próprio roteiro personalizado!

bottom of page