top of page

VEJA TODOS OS MEUS
DIÁRIOS DE VIAGEM

Registrei cada passo das minhas viagens em um grande relato - cada viagem tem um nome especial!

Kennywood

Atualizado: 16 de jan.


O ano era 1898 quando uma fazenda de propriedade de Anthony Kenny foi alugada por uma companhia ferroviária de Pittsburgh, estado da Pensilvânia, para fazer um lugar em que os operários poderiam fazer piquenique e se divertir. O terreno escolhido pela empresa logo viu novos elementos sendo adicionados nos primeiros anos, como um carrossel, um pequeno cassino e um pavilhão de dança. Quando em 1902 chegou a primeira montanha-russa, o local começou sua história como o parque Kennywood, que mais de cem anos depois, ainda continuaria funcionando e se tornaria um dos parques de diversões mais lendários do mundo.

Kennywood entrance
Minha experiência mágica com o Kennywood começou muito antes da entrada no parque. Eles me enviaram um ingresso personalizado pelo correio!

Os portões de entrada do Kennywood são únicos: ao passar pelas catracas, você se depara com um túnel subterrâneo! Esse conceito de entrada foi posteriormente usado pelo Walt Disney na Disneyland, em que o visitante, ao passar pelo túnel, sai da vida real e entra no mundo da fantasia. Você verá nesse relato outros pontos em que Walt Disney se inspirou para a construção de seu parque temático dos seus sonhos. Fique ligado!

Kennywood entrance
Kennywood streets
Kennywood streets
Kennywood streets
Já imaginou que essa é a mesma estrutura de banheiro desde muito tempo atrás?

Quando saímos do túnel, fomos direto para o Steelers Country, primeira e única área temática do mundo a ser tematizada com um time da NFL, a liga nacional de futebol americano. Apesar de eu não ser torcedor do Steelers, preciso reconhecer que o trabalho feito pelo Kennywood foi incrível! Sua atração principal, a Steel Curtain, é uma das montanhas-russas de aço mais icônicas dos Estados Unidos pelo seu percurso ousado, número de inversões e velocidade.

Steelers Country, Kennywood
Steelers Country, Kennywood
Steelers Country, Kennywood
Steelers Country, Kennywood
A Steel Curtain ganhou o prêmio de melhor nova montanha-russa do ano de 2019!
Steel Curtain, Kennywood
Steel Curtain, Kennywood
Steel Curtain, Kennywood
Os assentos são em formato da bola do futebol americano!
Steel Curtain, Kennywood
Steel Curtain, Kennywood

Seu nome é uma homenagem ao apelido da defesa do Pittsburgh Steelers, e as cores carregam as cores do time, preto e amarelo, que também são as cores do Kennywood. A experiência na Steel Curtain é algo muito louco, já que você perde a direção muito fácil e demora a recuperar. Durante todo o tempo na montanha-russa, você sente a mudança constante da gravidade negativa para positiva, gerando momentos de airtime, quando você levita do banco, e momentos de pressão. São oito inversões, uma velocidade impressionante de 120 km/h e mais de 1 km de trilhos a percorrer!

Steel Curtain, Kennywood
Steel Curtain, Kennywood
Steel Curtain, Kennywood

O logotipo do Kennywood é a clássica seta amarela (que inclusive comprei uma igual para colocar na minha porta), e o parque fez um brinquedo especialmente para homenagear um dos logotipos mais conhecidos pelos amantes de parque de diversões. O Aero 360° é um cataclisma moderno, rápido, e que em dias de parque vazio como foi o nosso, não para de girar. Só para quem tem coração forte, viu?

Aero 360, Kennywood
Aero 360, Kennywood
Aero 360, Kennywood

As áreas infantis do Kennywood são super vintage, com brinquedos que os pais das crianças de hoje brincavam no seu tempo. Tem carrosséis, mini montanha-russa, autorama gigante, e um grande conhecido: o trenzinho Thomas! Além de milhares souvenires diferentes, todo mundo pode andar no próprio Thomas e brincar com seus amigos. Sério, as crianças ficam alucinadas!

Thomas Town, Kennywood
Thomas Town, Kennywood
Thomas Town, Kennywood
Thomas Town, Kennywood
Kiddieland, Kennywood
Kiddieland, Kennywood
Kiddieland, Kennywood

Toda família pode aproveitar a maior parte das atrações, o que é um dos pontos mais altos do parque. Não era difícil ver os sorrisos de famílias inteiras ao saírem encharcados do Raging Rapids, corredeiras com um percurso bem desafiador, lotado de curvas, e do Ghostwood Estate, um trem fantasma interativa em que você precisa derrotar os seres sobrenaturais. Eu adoro esses brinquedos de tiro, mesmo que eu seja completamente péssimo.

Ghostwood Estate, Kennywood
Ghostwood Estate - cenas do brinquedo abaixo
Kennywood streets
Kennywood streets
Kennywood streets
Kennywood streets
Raging Rapids, Kennywood
Raging Rapids

Uma das coisas mais legais de um dia no Kennywood é a possibilidade de voltar no tempo, sem precisar de uma máquina. Existem parques que possuem simuladores e montanhas-russas de última geração, mas, na minha singela opinião, nada vai ser mais UAU! do que você andar numa montanha-russa de 1924 que teve seu percurso estendido. Você ter a oportunidade de sentar num trem da década de 1920 e percorrer os mesmos trilhos é algo que você fica tentando assimilar logo depois da experiência. Tudo que isso que descrevi é possível vivenciar na Thunderbolt, construída pelo lendário engenheiro John Miller. Para vocês terem noção da atuação severa da força centrípeta* nessa montanha-russa, é proibido ir sozinho.

Thunderbolt, Kennywood
Thunderbolt, Kennywood
Os trens vintage de milhões!
Thunderbolt, Kennywood
Thunderbolt, Kennywood
A Thunderbolt é um patrimônio histórico nacional
Thunderbolt, Kennywood
Thunderbolt, Kennywood
Placa comemorativa da Associação Estadunidense de Entusiastas de Montanhas-Russas reconhecendo a importância histórica da Thunderbolt
*A força centrípeta é a força resultante que puxa o corpo para o centro da trajetória em um movimento curvilíneo ou circular. Na Thunderbolt, caso o visitante fosse sozinho, ele seria empurrado de forma severa para o lado oposto do assento do trem, podendo se machucar feio devido ao impacto com a parede de proteção do trem.

Outro brinquedo que dá para aproveitar a atuação da força centrípeta, mas de forma mais leve, é o Turtle. Esse brinquedo é o antecessor do famoso “Minhocão” e foi criado em 1927. É o último funcionando no mundo! Podem acreditar: o Turtle tem quase 100 anos e a fila dele continua gigante. Você imagina ser um pai e levar um filho para se divertir no mesmo brinquedo que você se divertia quando criança? Várias gerações podem brincar e trocar as mesmas experiências no Kennywood!

Turtle, Kennywood

A área temática de “Lost Kennywood” presta tributo ao seu rival que durou poucos anos funcionando na década de 1900, o Luna Park. Um dos brinquedos que mais chamam a atenção é o Black Widow, um gigantesco frisbee que alcança a altura de 45 metros - um dos mais altos do mundo! Eu espero que você não tenha medo de aranhas para encarar essa atração…

Lost Kennywood
A entrada da área reproduz a antiga entrada do Luna Park
Black Widow, Kennywood
Black Widow, Kennywood
Black Widow, Kennywood

Uma das maiores surpresas do dia no Kennywood foi a Exterminator, montanha-russa giratória no escuro com uma das melhores tematizações que já vi para um modelo desse tipo! Você é um exterminador, e precisará entrar numa corrida maluca para eliminar o maior número de ratos possível! Vai ser um passeio que poderá te deixar tonto, viu?

Exterminator, Kennywood
Exterminator, Kennywood

O restante da área tinha atrações já bastante conhecidas, como a onda imensa do mergulho do Pittsburg Plunge, o chapéu mexicano Wave Swinger, e o balanço Swing Shot. Um clássico que merece aqui uma menção honrosa é o The Whip, uma plataforma giratória que tem vários assentos de dupla presos por um braço metálico. Quando a plataforma gira, você fica sujeito a uma absurda força centrípeta nas extremidades, provocando muitas risadas!

Lost Kennywood
Lost Kennywood
Lost Kennywood
Swing Shot, Kennywood
Swing Shot
Wave Swinger, Kennywood
Wave Swinger
Pittsburg Plunge, Kennywood
Pittsburg Plunge
The Whip, Kennywood
The Whip

Depois que você vai em muitas montanhas-russas, cada vez mais fica difícil alguma ter um fator surpresa que faça você disparar seu coração de verdade. Você meio que espera o que vai acontecer. Porém, uma montanha-russa de 1991 me causou uma euforia que eu não sentia há MUITO tempo. A Phantom’s Revenge já tinha características únicas que você podia ver já do lado de fora: ela usava o terreno desnivelado do Kennywood para criar algo especial: a segunda queda era maior do que a primeira! É alcançada uma velocidade máxima de 136 km/h e os momentos seguintes são de puro terror.

Phantom's Revenge
Phantom's Revenge, Kennywood
Primeira queda da Phantom's Revenge
Phantom's Revenge
Repare na simples trava da Phantom!
Phantom's Revenge
Fim da segunda queda
Phantom's Revenge

O airtime da Phantom’s Revenge é EXTREMAMENTE AGRESSIVO. Você não simplesmente levita, você é EJETADO do banco. A única coisa que te prende é uma trava de colo e um cinto, e os dois são “folgados” o suficiente para que você se sinta arremessado para cima e não voe. Sério, eu não sabia o que sentir na hora. Meu coração estava na boca e eu respirava ofegante. Foi uma das poucas montanha-russas que eu tive a sensação de “EU. VOU. MORRER.”. Sabe o que eu fiz quanto a isso? Repeti-la quantas vezes eu podia. Parabéns, Phantom’s Revenge, você entrou no meu top 5 de montanhas-russas.

Phantom's Revenge
Nesse ponto, acontece o maior ponto de airtime da Phantom's Revenge
Phantom's Revenge
Phantom's Revenge
Indo para a segunda queda!

Precisava acalmar meu coração. Lembra daqueles brinquedos de parque itinerante que são percursos malucos cheios de obstáculos? American Show, Funhouse, cada um tinha um nome diferente. Quem começou tudo isso foi a Noah’s Ark, um labirinto no Kennywood que reproduzia o famoso barco de Noé com os animais. A situação começa tranquila, mas depois diversos efeitos vintage e modernos começam a te desorientar e fazer com que você se perca dentro do barco. Absurdo demais!

Noah's Ark, Kennywood
Noah's Ark, Kennywood
Noah's Ark, Kennywood
Kennywood do topo da Noah's Ark

Antes de encararmos nossa próxima montanha-russa, vimos mais alguns brinquedos clássicos, como Pirate Ship, Music Express, Bate-Bate e um Disk’o com temática alienígena chamado Cosmic Chaos. O carrossel do Kennywood, chamado aqui de Merry-Go-Round, é maravilhoso. São 64 animais diferentes!

Pirate, Kennywood
Musik Express, Kennywood
Musik Express, Kennywood
Cosmic Chaos, Kennywood
Aliens deboístas
Merry-go-round, Kennywood
Merry-go-round

A Sky Rocket é uma montanha-russa de lançamento familiar, com um percurso bastante criativo, cheio de curvas e colinas. Sua experiência é uma delícia, e facilmente dá para ficar repetindo ela o dia inteiro (se não houvesse outras incríveis atrações). Você acelera até 80 km/h em apenas 3 segundos e fica três vezes de cabeça para baixo! Apesar dela ser de 2010, ela foi a precursora de montanhas-russas famosas com a Tigris, do Busch Gardens Tampa.

Sky Rocket, Kennywood
Sky Rocket, Kennywood
Sky Rocket, Kennywood
Sky Rocket, Kennywood
Sky Rocket, Kennywood

Lembra das inspirações do Walt Disney? O Old Mill é de 1901, e foi a primeira atração nos Estados Unidos a usar um barco por um canal de água que desbravava diferentes cenários no escuro. Cada cenário era composto de um tema aterrorizante, com esqueletos, velas, caixões, vampiros, cemitérios e fantasmas. Você consegue lembrar de uma atração feita por Walt Disney que segue o mesmo conceito só mudando o tema? Várias né? Pois é, elas existem graças ao Old Mill e ao Kennywood!

Old Mill, Kennywood
Old Mill, Kennywood
Um barco de 1901
Old Mill, Kennywood
Tentativa de captura de um dos cenários do Old Mill

Mas é claro que o fim do dia no Kennywood não poderia deixar de ser surpreendente. Mais duas montanhas-russas vintage nos aguardavam. A primeira delas era centenária, tendo 100 anos comemorados em 2020. A Jack Rabbit, olhando de fora, parece ter um percurso simples, mas existe um elemento nela, chamado Double Dip, que é uma queda “dividida em duas” que simplesmente TE EJETA do assento semelhante a Phantom’s Revenge. INCRÍVEL!

Jack Rabbit, Kennywood
Jack Rabbit, Kennywood
Momento do Double Dip - "a queda dentro da queda". Boatos que o trem salta do trilho na hora...
Jack Rabbit, Kennywood
Um trem de montanha-russa centenário!

A segunda montanha-russa, a The Racer, é uma montanha-russa dupla com algo especial: seu circuito é um Moebius Loop, isto é, dois trilhos que formam um circuito contínuo. Explicando melhor: se você escolher começar pelo lado esquerdo, você terminará a experiência no lado direito. Como isso acontece? Não sei, bruxaria! Fomos mais do que cinco vezes para tentar entender como isso acontece, e não deu. Especialistas dizem que na verdade é um trilho único que é compartilhado pelos dois trens. Sigo acreditando que é bruxaria.

The Racer, Kennywood
The Racer, Kennywood
Não importa qual lado escolha, você sempre acabará o passeio no outro lado!
The Racer, Kennywood
The Racer, Kennywood
A placa de "Don't Stand Up!" é um dos maiores clássicos das montanhas-russas de madeira antigas!

A estrutura do Kennywood é muito boa e atende perfeitamente o parque. Temos um restaurante de estrutura centenária, o Parkside Café, que conta com uma boa variedade de culinária em um ambiente climatizado. Um dos outros grandes destaques são os diversos pontos de comida e bebida clássicas de parque de diversões, como maçã-do-amor, algodão-doce, pipoca, batidas, entre outros, espalhados por todo o parque. A limpeza também não decepcionou e o capricho com a conservação era nítido. Lotado de árvores, passar um dia no parque é super agradável.

Parkside Café, Kennywood
Parkside Café, Kennywood
Sorriso absurdo de felicidade por estar no Kennywood!
O parque INTEIRO é um Patrimônio Histórico dos Estados Unidos!
Queria muito que os parques de diversões brasileiros tivessem um reconhecimento como esse, especialmente o Parque Marisa, o Parque Shanghai e a Cidade da Criança...

Uma visita ao Kennywood é obrigatória para todos os amantes de parques de diversão pelo menos uma vez na vida. Viver momentos em um parque dos anos 1890 é algo que a gente leva para vida, especialmente por fazer contato direto com a história daquilo que amamos. Se você estiver passando por Pittsburgh, também não deixe de ir. O Kennywood vai te divertir durante todas as horas de parque aberto. Será mágico. Eu garanto.


---

Perguntas frequentes:

 

Onde fica o Kennywood?

O parque temático Kennywood fica em Pittsburgh, Pensilvânia, nos Estados Unidos.

 

Como chegar no Kennywood?

O aeroporto mais perto do Kennywood é o Aeroporto de Pittsburgh (PIT). Para chegar ao Kennywood, você pode pegar o ônibus 61C do centro de Pittsburgh, ou chegar de carro/Uber.

 

Quais são as melhores atrações do Kennywood?

 Phantom’s Revenge, Steel Curtain e Jack Rabbit.

 

Quais são os melhores meses para visitar o Kennywood?

Abril a Junho e Setembro a Novembro.

 

Qual é a melhor ordem para fazer as atrações e brinquedos do Kennywood?

Jack Rabbit / Racer / Sky Rocket / Exterminator / Black Widow / Pittsburg Plunge / Turtle / Thunderbolt / Steel Curtain / Aero 360 / Phantom’s Revenge / Noah’s Ark / Old Mill

 

Qual é a melhor dica para o Kennywood?

A Steel Curtain fica com uma grande fila nos momentos iniciais e finais do dia. Ir nela no meio da tarde é o momento em que você se deparará com uma fila menor. Já a Phantom’s Revenge tem sua menor fila nas duas últimas horas de funcionamento.

 

Que tipos de comida estão disponíveis no Kennywood?

Fast-food americano. O Parkside Café foi construído dentro do antigo cassino do Kennywood e tem muitas opções de comida. Fora que é um prédio lindo!

 

Quanto custa o Kennywood?

O passaporte de 1 dia é aproximadamente 45 dólares americanos (R$ 225).

 

Qual é a duração das filas no Kennywood?

Tranquilas (-30min).

 

Qual é o site do Kennywood?

73 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


StormRunner.jpg

SE SENTIU INSPIRADO? VAMOS VIAJAR!

Conheça nossa agência de viagens!

Na Scream!, você encontra a forma que mais se adequa para você viajar: seja de excursão ou comprando um pacote! Te falei que dá para montar seu próprio pacote e comprar ingressos para os melhores parques espalhados pelo mundo? Ah, tem mais! Dá para você ter seu próprio roteiro personalizado!

bottom of page