top of page
< Voltar

Werner Stengel: o pai das montanhas-russas

João Vitor Becker

15 de jan. de 2023

Conheça a história do maior projetista de montanhas-russas do mundo!

Você pode nunca ter ouvido falar nele, mas com certeza já deve ter andado em alguma montanha-russa projetada por ele. O nome dele é Werner Stengel, e mesmo não sendo um nome conhecido, ele é uma das figuras mais importantes da indústria de parques de diversões, isso porque é um dos maiores engenheiros e designers de montanhas-russas de todos os tempos, senão o maior! 



Nascido em Bochum, pequena cidade alemã localizada entre Essen e Dortmund, e à pouco mais de 500 km de distância da capital Berlim, Werner Stengel estudou engenharia civil de 1959 à 1962, na antiga Baugewerkschule, hoje conhecida como a Universidade de Kassel, localizada em Hessen na Alemanha. Tirou seu diploma em 1966, pela Universidade Técnica de Munique. Mas dois anos antes foi contratado por ninguém mais, ninguém menos do que Anton Schwarzkopf, outro importantíssimo nome para a indústria, já que foi fundador de uma das maiores e mais notáveis fabricantes de montanhas-russas e atrações para parques de diversões, a Schwarzkopf GmbH. A sua missão era realizar cálculos estáticos para o desenvolvimento da primeira montanha-russa de aço alemã, o que viria a ser a Super Acht ou Super 8, uma montanha-russa do modelo Wildcat. 


Porém o seu trabalho foi muito além de puros cálculos estáticos. Em 1976 ele estudou uma solução para o problema das inversões em looping vertical circular, que causava sérios danos aos passageiros devido a força física aplicada. A solução foi a troca do formato circular do looping por um clotóide, ou Espiral de Euler, como é conhecida na física e matemática. A troca pelo formato clotóide possibilitou transições mais suaves ao entrar e sair do looping, sem causar nenhum ferimento nos passageiros. A invenção do looping em formato de clotóide foi uma verdadeira revolução para as montanhas russas. A primeira montanha-russa a utilizar esse formato de looping não poderia receber outro nome além de "Revolution", sim, a Revolution do Six Flags Magic Mountain, uma das mais icônicas e conhecidas montanhas-russas de todos os tempos. Tendo aparecido até mesmo no thriller "Rollercoaster" de 1977, dirigido por James Goldstone, e estrelado por George Segal, Henry Fonda e Helen Hunt, e que aqui no Brasil recebeu o título de "Terror na Montanha-Russa". 



Muitos não sabem, mas Werner Stengel também foi o criador de outro tipo muito comum de inversões, o Heartline Roll, uma inversão em espiral com o eixo de rotação centralizado no passageiro, e não no próprio trilho como é o caso de outra inversão bastante similar, o Inline Twist, ou simplesmente Twist. Ao longo de mais de 40 anos, seu escritório de design Stengel Engineering ou Ingenieurbüro Stengel GmbH já projetou mais de 700 montanhas-russas, localizadas em todos os 7 continentes do planeta. Entre as suas mais notórias instalações estão a Son of Beast, conhecida por ter sido a primeira montanha-russa de madeira com uma inversão em looping vertical; Kingda Ka montanha-russa detentora do recorde de mais alta montanha-russa do mundo com 139 metros de altura; Millennium Force, a primeira montanha-russa a superar a altura de 90 metros e por último mas não menos importante a Formula Rossa, a montanha-russa mais rápida do mundo que atinge impressionantes 240 km/h. Outras montanhas-russas famosas que Stengel foram recordistas e/ou montanhas-russas aclamadas pela crítica como a Top Thrill Dragster no Cedar Point, El Toro no Six Flags Great Adventure e sua 500ª montanha-russa criada, a Maverick no Cedar Point.







Mas talvez a montanha-russa mais conhecida já projetada por Werner Stengel seja a Olympia Looping, a maior montanha-russa transportável do mundo, com quase 1,5 km de extensão. A montanha-russa projetada por Werner em parceria com Anton Schwarzkopf e construída pela Maurer AG também é conhecida pelos seus insanos 5 loopings, isso mesmo que você leu! CINCO LOOPINGS! Cada um pintado com uma cor dos arcos olímpicos: Verde, Preto, Amarelo, Azul e Vermelho, o que explica o nome da montanhas-russa: Olympia Looping. Mas talvez o mais impressionante sobre essa montanha-russa talvez seja a sua necessidade de ser transportada por 36 carretas, devido à sua extensão. Infelizmente, somente uma única Olympia Looping foi fabricada, e ela pode ser encontrada em feiras de Kirmes em alguns países na Europa, e principalmente na Oktoberfest de Munique, na Alemanha. 



Vale citar que Werner Stengel também projetou a maior montanha-russa transportável da América Latina: a Looping Star que por vários anos operou no Playcenter, e que após participar de algumas edições do Rock In Rio, sua última parada foi o Tivoli Park no Rio de Janeiro. 



Somente para ter noção de quantas montanhas-russas Werner já projetou, em 2004 cerca de 74% das montanhas-russas citadas na lista do Golden Tickets Awards (premiação importante no setor de parque de diversões) foram projetadas pela Stengel Engineering. Por sua influência na indústria de parques de diversões e na área da engenharia, Werner já recebeu diversas honrarias, entre elas o Doutorado Honorário dado pela Universidade de Gotemburgo na Suécia por sua "inesgotável criatividade em vincular a física e o design à experiência do corpo humano em montanhas-russas e outros brinquedos". Já em 2009, foi laureado com a medalha de Ordem do Mérito da República Federal da Alemanha "por suas realizações na construção de parques de diversões e pelo estabelecimento de padrões internacionais nesta área.



Werner Stengel está hoje com 89 anos e mesmo tendo anunciado sua aposentadoria em 2001, trabalha atualmente como consultor para a construção de montanhas-russas. 

bottom of page